Congresso de Ed Física 2016

terça-feira, 3 de maio de 2016

Alunos da rede municipal promovem ação pela paz no aeroporto de Belém.

Projeto propõe ações educativas que sensibilizem a sociedade civil para a prevenção e combate à violência e abuso sexual contra crianças e adolescentes.
 Alunos da rede municipal promovem ação pela paz no aeroporto de Belém.
Alunos da rede municipal promovem ação pela paz no aeroporto de Belém.
 Alunos da rede municipal promovem ação pela paz no aeroporto de Belém.
 Alunos da rede municipal promovem ação pela paz no aeroporto de Belém.
Alunos da rede municipal promovem ação pela paz no aeroporto de Belém.

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Especialista em massagem antiestresse ministrará curso na Fiep Piauí.

As pessoas estão cada vez mais atarefadas, com mais cobranças, tanto no âmbito profissional, como no pessoal, ainda mais pelo fato de estarem cada vez mais conectadas, o todo tempo, com as tecnologias e com a rapidez que as tarefas exigem de cada um, no trabalho, na família, na sociedade.
Consequentemente apresentam certa tensão, porque precisam atender dentro do tempo todas as solicitações, sejam de ordem financeira, profissional, estudantil, familiar e amorosa. Para buscar minimizar os efeitos negativos dessas cobranças no corpo e na mente, o professor mestre de graduação e pós graduação da Universidade Anhembi Morumbi, de São Paulo, Andre Nessi, tornou-se um conhecedor profundo da massagem antiestresse. O assunto será abordado por ele aqui no Piauí durante o XI Congresso Piauiense Científico da Federação Internacional de Educação Física (FIEP – Delegacia Regional Piauí). O evento acontecerá nos próximos dias 27 a 30 de abril, no Setor de Esportes da Universidade Federal do Piauí, em Teresina.
Prof André Nessi e alunos de Piaui (2).jpg
Em 2014, o professor, que é autor e coautor de vários livros, ministrou curso na nona edição do evento e a turma ficou lotada. Este ano, pensando na grande procura, os coordenadores do congresso optaram pela realização do curso em duas oportunidades, nos dias 28 e 29 de abril, de 7h30 às 12h. Assim, como se espera uma grande procura de profissionais e estudantes de várias áreas, a coordenação fará uma distribuição adequada da demanda.
Segundo Nessi, existe um estresse, palavra adotada na década de 60 como "stress", para todas as situações que precisamos nos adaptar, alterando nossas respostas cardíacas e respiratórias. “O estresse está presente em todas as atividades profissionais, faixas etárias e classes sociais. Precisamos buscar o equilíbrio e uma das melhores formas comprovadas em estudos na Universidade Anhembi Morumbi é a ‘massagem antiestresse’. Com este conhecimento, associado às técnicas lúdicas da Educação Física, despertou-se o interesse nos organizadores de eventos, como da nossa coordenadora deste grande evento em Piauí, professora Leonor, e também nos alunos, na busca desta técnica prática e fácil de aprendizagem, agradável de aplicar e muito mais de receber”.
Prof André Nessi com a prática da Massagem Epicrânia -.jpg
O objetivo do Curso 4 Massagem antiestresse para o bem estar é desenvolver nos profissionais da Educação Física, Fisioterapia, além de massoterapeutas e esteticistas, melhor percepção corporal de si mesmos, além de saber compreender melhor o corpo e suas funções para, assim, atuar na promoção da qualidade de vida e bem estar dos alunos e clientes. Segundo Nessi, a prática da massagem pode ocorrer de forma individualizada, onde atua terapeuta e massageado, ou em aulas com participações em duplas dos alunos. “Hoje nas grandes academias, há espaços para atuações de massoterapeutas, esteticistas, fisioterapeutas ou até personal trainer que, após suas aulas, pode atuar de forma a promover relaxamento e bem estar”, destacou.
Todos devem ter direito a tudo o que é provedor de bem estar.

Com essa afirmação, Nessi ressalta que a própria natureza é um provedor, com a luz solar que ajuda a produzir vitamina C e fixa o cálcio no organismo; ar puro, para a boa ventilação dos pulmões; as frutas e hortaliças, para a manutenção de nossos tecidos e estruturas; a água, como fonte de vida e ajuda na nossa hidratação; a meditação ou oração, para voltarmos à calma e resgatar valores;o sono, para recuperar nosso sistema nervoso. “Não nos falta todos os dias em grandes ou pequenas proporções todos estes itens.
E o principal é o toque, que é uma das necessidades básicas para sentir que estamos vivos. A massagem é a prática que atende bem essa necessidade. Todos podem ter acesso, pessoas que gostam de ambiente requintado, atendimento exclusivo e especial; porém, todos podem estar presentes em aulas de Educação Física, onde os alunos podem desenvolver esta prática de forma lúdica”.
Prof André Nessi - Desenvolvendo Massagem Podal (2).jpg
As principais contraindicações da massagem antiestresse estão em pessoas com problemas na pele, gestantes até três meses, idosos com fragilidades, pessoas com câncer, leucemias, diabetes descompensadas, hipertensões descompensadas, febre, inflamações, infecções. De forma geral que tem boa saúde é um ótimo candidato a receber uma massagem antiestresse.
Nessi publicou o livro Massagem Antiestresse que já está em sua quinta edição, premiado duas vezes como o troféu Top FIEP. Ele possui DVD de massagem antiestresse, é coautor dos livros Atividade Física Adaptada com o Tema: Massagem Integrativa; coautor do livro Spaterapia com os temas: Massagem com Pindas, Massagem Epicrânia, Massagem Podal e Massagem Aquática, coautor do livro Recursos Técnicos Manuais, com o tema: Breve história da Massagem e Massagem Relaxante corporal. Seu mais novo projeto é o que está desenvolvendo com a Profª Drª Flamínia Lodovici na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC -SP, inclusive apresentado para este evento como artigo: Massagem Gerontológica, técnica própria para idosos.
Contatos: (86) 99988-5050
Fonte: Ascom

domingo, 10 de abril de 2016

Campus de Floriano receberá curso da Federação Internacional de Educação Física para atualização de professores da área.

Professores de Educação Física da Universidade Estadual do Piauí(UESPI), Campus Dra. Josefina Demes, Floriano, serão contemplados, no dia 25 deste mês com um curso de atualização gratuito ministrado pela Federação Internacional de Educação Física – FIEP. O curso abordará seis temas que tratam da Educação Física no contexto de áreas da Saúde, Educação e Esporte. A proposta é vinculada ao Projeto Professores de Educação Física Sem Fronteiras – da FIEP, que surgiu em 2007 levando atualização e aperfeiçoamento de forma gratuita, por meio de colaboradores, a profissionais de Educação Física de países da América Central, como El Salvador, Honduras e Guatemala.
A abertura do evento acontecerá às 8h do próximo dia 25 (sexta-feira), no auditório da UESPI/Floriano. O curso será realizado pela manhã, das 8h às 12h e à tarde, das 13h30min às 17h30min, nas salas de aula e quadra poliesportiva do Campus. Profissionais da Educação Física de escolas da rede estadual e municipal de Floriano também fazem parte do público-alvo do curso. “Esse evento é importante para os participantes possam se atualizar sobre as novas demandas e temas que a Educação Física vem proporcionando em vários campos como Saúde e Educação”, ressalta José Carlos de Sousa, Prof. Me. do curso de Educação Física e vice-diretor do Campus de Floriano. Ainda segundo José, discentes de todos os períodos do curso de Educação Física do Campus estão sendo incentivados a participar.
Atividades Recreativas e Danças Folclóricas; Estratégias de Nutrição Desportiva – Um Avanço no Desporto; Educação Física: Vetor Interdisciplinar e Multidimensional; Neuropedagogia Aplicada ao Desporto; Comunicação Esportiva: A relação existente da Educação Física/Esporte e Comunicação e Educação Física Escolar e Ludicidade: Desafios atuais e novas perspectivas serão os temas abordados durante a atualização. A equipe de ministrantes é composta pela Profa. Msda. Rosa Maria Alves da Costa (PA), Dra. Sônia Maria Bordin (PR), Prof. Esp. Alfredo Telino Leal Lacerda (PE), Prof. Dr. Divanalmir Ferreira Maia (PB), Prof. Esp. Clery Quinhones de Lima (RS) e pela Profa. Esp. Leonor Maria e Silva Palha Dias de Araújo (PI). O curso tem carga horária de 10 horas-aula, divididas entre teoria e prática. Ao final todos os participantes receberão certificados emitidos pela instituição, com a chancela da FIEP.
A equipe de colaboradores responsável por ministrar o curso é composta por seis professores de diferentes estados brasileiros.
A equipe de colaboradores responsável por ministrar o curso é composta por seis professores de diferentes estados brasileiros.
É a primeira vez que a FIEP traz o Projeto Professores de Educação Física Sem Fronteiras em Floriano. Após Floriano, será a vez da cidade de Água Branca receber o curso. A passagem do Projeto pelo Piauí se encerra dia 30 do presente mês, contemplando profissionais de Educação Física da capital Teresina. A Federação visitou todos os estados e o DF do Brasil, além dos Países das Américas do Sul e Central e quando possível iniciar Europa, América do Norte e por último a África, Ásia e Oceania, visitando instituições de formação em Educação Física, órgãos esportivos e instalações esportivas públicas e privadas.
Fonte:
Assessoria de Comunicação - UESPI
ascom.uespi@gmail.com
(86) 3213-7398

terça-feira, 5 de abril de 2016

PROJETO PROTAGONISMO DE ADOLESCENTES DA PCU & VIVA MELHOR SABENDO JOVEM.

O Projeto Protagonismo de Adolescentes da Plataforma dos Centros Urbanos (PCU) Belém e Viva Melhor Sabendo Jovem busca desenvolver competências visando a participação cidadã de adolescentes e jovens em instâncias formais e informais para reflexão e proposição de políticas públicas. O projeto será desenvolvido por meio de uma parceria envolvendo a Prefeitura de Belém, o Governo do Estado do Pará, o UNICEF e o Instituto Peabiru, em articulação com redes de jovens e adolescentes, entre elas a Juventude Unida pela Vida na Amazônia (JUVA), Rede Mais Pará e Tela Firme.
 PROJETO PROTAGONISMO DE ADOLESCENTES DA PCU  & VIVA MELHOR SABENDO JOVEM.
  PROJETO PROTAGONISMO DE ADOLESCENTES DA PCU  & VIVA MELHOR SABENDO JOVEM.
  PROJETO PROTAGONISMO DE ADOLESCENTES DA PCU  & VIVA MELHOR SABENDO JOVEM.
  PROJETO PROTAGONISMO DE ADOLESCENTES DA PCU  & VIVA MELHOR SABENDO JOVEM.
  PROJETO PROTAGONISMO DE ADOLESCENTES DA PCU  & VIVA MELHOR SABENDO JOVEM.
  PROJETO PROTAGONISMO DE ADOLESCENTES DA PCU  & VIVA MELHOR SABENDO JOVEM.

A participação de adolescentes foi iniciada com a realização da PCU, quando 131 tiveram participação permanente, dos quais 10 foram formadores. E ainda: 400 adolescentes foram mobilizados nos Fórum Territoriais realizados nos oito distritos de Belém: 08 núcleos distritais constituídos correspondendo à cobertura de todo o território da Cidade de Belém.
Outra estratégia é o desenvolvimento das competências de adolescentes e jovens para a participação e controle social de políticas públicas, em particular nas escolas e comunidades, assim como promover a prevenção de DST/Aids, uso abusivo de álcool e outras drogas na cidade de Belém e promover uma cultura de paz.
Temas norteadores da formação:
Um importante aspecto do projeto é o enfrentamento à epidemia de Aids e das infecções sexualmente transmissíveis, como sífilis e hepatites. No caso da Aids, o Prefeito Zenaldo Coutinho assinará a Declaração de Paris. Esta Declaração foi primeiramente assinada pela prefeitura de Paris, em 1º de Dezembro de 2014, Dia Internacional de Luta contra a Aids e tem por objetivo o compromisso para que cidades do mundo inteiro acelerem ações e respostas a esta epidemia. Centenas de prefeitos no mundo inteiro já assinaram a declaração. No Brasil, pelo menos 4 prefeitos de grandes cidades já se comprometeram. A meta é, até 2020, todos os governos signatários conseguirem fazer com que 90% das pessoas vivendo com HIV saibam que têm o vírus; 90% das pessoas que sabem que tem o HIV estejam recebendo tratamento antirretroviral; e destas, 90% em tratamento antirretroviral tendo carga viral indetectável.
Realização Parcerias

sábado, 2 de abril de 2016

Serviços, competições e bolo gigante no aniversário do Ver-o-Peso.

Músicas executadas pela banda da Guarda Municipal de Belém deram início, na manhã deste sábado, 2, à programação de aniversário do complexo do Ver-o-Peso, que  no último domingo, 27, celebrou 389 anos.
 Aniversário do Ver-o-Peso.
  Aniversário do Ver-o-Peso.
A festa começou logo cedo. Antes das 6h, representantes de pastas municipais já estavam na feira para organizar todo o espaço e receber os convidados para o grande evento. Nem a chuva atrapalhou ou atrasou a chegada da dona Maria dos Santos Ferreira, personagem já conhecida em todos os aniversários da feira. Ela chegou bem cedo para garantir a primeira posição na fila para pegar a sua fatia de bolo. Sem esquecer a vasilha, a aposentada aguardou o fim da celebração do culto ecumênico para preparar-se na disputa pelo tradicional bolo de aniversário. “Todos os anos venho aproveitar as ações promovidas durante a programação, e claro, levar um pedaço do bolo para  casa”, comentou. “Esse ano os netos me cobraram uma fatia bem maior”, completou aos risos a aposentada.
Secretarias de diferentes órgãos, em parceria com o governo do Estado, ofereceram ao público serviços como emissão de carteira de trabalho e identidade, carteiras do idoso e do estudante e atendimentos médicos. A Fundação Papa João XXIII (Funpapa) aproveitou para atualizar e incluir as pessoas no cadastro único e ofereceu, ainda, orientação sobre os programas sociais.
A vice-prefeita de Belém, Karla Martins, parabenizou os feirantes que fazem o espaço ser um dos maiores símbolos da capital. "Durante o ano que comemoramos os 400 anos de Belém, aproveitamos esta data para enfatizar a importância do Ver-o-Peso para a história da cidade", ressaltou. "Festejo ao lado de cada feirante, morador da cidade e, também, quem visita a capital, por toda a dedicação e carinho dado ao complexo", encerrou.
Moradora do bairro do Guamá, Iranilde Sailva Pereira aproveitou a passagem pelo Ver-o-Peso para colocar a saúde em dia. “Vim comprar frutas e verduras e quando vi a ação procurei logo o atendimento. Queria medir minha pressão e ver se não há nada de errado com minha saúde”, falou Iranilde que, aos 73 anos de idade, mostrou grande disposição. “Ainda vou para a fila do bolo e assistir a competição dos feirantes”, continuou.
Além de todas as ações, que incluíram o projeto “Brinca Belém”, da Secretaria Municipal de Esporte, Juventude e Lazer (Sejel), os convidados puderam contar com a segurança oferecida pela Guarda Municipal, que esteve com um efetivo de 60 guardas e seis viaturas no local .A Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob) também atuou no evento orientando motoristas e passageiros de coletivos nas ruas interditadas no entorno do Ver-o-Peso.
“Estamos comemorando o aniversário da feira, que é um dos principais cartões-postais de nossa cidade, com uma extensa programação. Serviços gratuitos e muita animação com os jogos e os shows musicais, foram pensados para presentear principalmente os feirantes que são os responsáveis pelo funcionamento do espaço”, explicou o coordenador da comissão organizadora do Belém 400 anos, Eduardo Klautau.
Competições
Única entre oito homens, Andréa dos Santos representou o público feminino em uma das seis provas disputadas na sétima edição dos Jogos do Ver-o-Peso. A feirante, que trabalha há 20 anos no mercado, cumpriu a tarefa de descascar macaxeira em dois minutos. “Sempre participo dos jogos, mas pela primeira vez me inscrevi na competição de descascar a macaxeira”, disse.
Assim como Andréa, dezenas de outras pessoas participaram de  provas peculiares do Ver-o-Peso, tais como descascar castanha, macaxeira, despolpar cupuaçu, peneirar goma, debulhar açaí e por último beber o açaí acompanhado de peixe frito e farinha. Os prêmios para cada categoria, foram de R$ 500, R$ 300 e R$ 200 para o primeiro, segundo e terceiro colocados respectivamente.
A programação de aniversário encerrou com shows musicais de grupos de carimbó e artistas de rua
Confira os resultados dos Jogos do Ver-o-Peso 2016:
Prova: Descascar  Macaxeira
1º lugar (3,540 k) - Valentino Filhão -  Equipe Cupuaçu  
2º Lugar (1,290 k) - Roberto Neves - Equipe Bacuri
3º Lugar (1,240 k) - Jorge Diego - Equipe Pupunha
 
Prova:  Descascar Castanha do Pará
1º lugar (115 g) - David André -  Equipe Açaí
1º lugar (115 g) - Fabrício Tavares -  Equipe Castanha do Pará
2º Lugar (110 g) - Josivaldo Antonis - Equipe Cupuaçu
3º Lugar (0,95 g) - André Felipe - Equipe Cupuaçu
3º Lugar (0,95 g) - Roseli de Fátima - Equipe Pupunha  (Uma das poucas mulheres desta prova).
 
Prova: Despolpar  Cupuaçu -  As mulheres dominaram em número esta prova.
1º lugar (0,365 g) - Denise Almeida -  Equipe Manga
2º Lugar (0,325g) - Mônica Oliveira - Equipe Pupunha
3º Lugar (0,305 g) - Iracema Conceição - Equipe Bacuri
 
Prova:  Peneirar Goma
1º lugar (3,205 k) - Felipe de Souza -  Equipe Cupuaçu  
Além de ser o mais novo era a sua primeira competição.
2º Lugar (2,890 k) - Domingos Souza - Equipe Açaí
3º Lugar (2,885 k) - Marcelo - Equipe Manga
 
Prova Beber  açaí com peixe e farinha
1º lugar - Michel Martins -  Equipe Bacuri          
Campeão pela quarta vez seguida, ele falou  “Na minha casa nunca falta açaí.Bebo todos os dias. Para ganhar essa competição precisei ficar três dias sem tomar açaí, mas valeu a pena”, disse o vencedor, revelando a estratégia usada para ganhar a prova.
Texto: Adriana Pereira
Foto: João Gomes - NID Comus 
Coordenadoria de Comunicação Social (COMUS)

quinta-feira, 24 de março de 2016

A Páscoa é amor, fraternidade, união.

Oração de Páscoa


Páscoa significa renascimento, renascer.
Desejo que neste dia, em que nós cristãos, comemoremos o seu renascimento para a vida eterna, possamos renascer também em nossos corações.

Que neste momento tão especial de reflexão, possamos lembrar daqueles que estão aflitos e sem esperanças. Possamos fazer uma prece por aqueles que já não o fazem mais, porque perderam a fé em um novo recomeçar, pois esqueceram que a vida e um eterno ressurgir.

Não nos deixe esquecer que mesmo nos momentos mais difíceis do nosso caminho, tu estas conosco em nossos corações, porque mesmo que já tenhamos esquecido de ti, você jamais o faz.
Pois, padeceste o martírio da cruz em nome do Pai e pela humanidade, que muitas e muitas vezes esquece disso.

Esquecem de ti e do teu sacrifício
Quando agridem seu irmão,
Quando ignoram aqueles que passam fome,
Quando ignoram os que sofrem a dor da perda e da separação,
Quando usam a força do poder para dominar e maltratar o próximo,
Quando não lembram que uma palavra de carinho, um sorriso,
um afago, um gesto podem fazer o mundo melhor.

Jesus...
Conceda-me a graça de ser menos egoísta, e mais solidário para com aqueles que precisam. Que jamais esqueça de ti e de que sempre estarás comigo não importa quão difícil seja meu caminhar.

Obrigado Senhor, pelo muito que tenho e pelo pouco que possa vir a ter. Por minha vida e por minha alma imortal. Obrigado Senhor! Amém.

Feliz Páscoa!

sexta-feira, 18 de março de 2016

LICEU ESCOLA MESTRE RAIMUNDO CARDOSO COMPLETA 20 ANOS.

O Liceu é uma escola de ensino fundamental da Rede Municipal de Educação, integrante do projeto “Sistema de Educação para um Desenvolvimento Sustentável”, inaugurada em 1996, no Distrito de Icoaraci, mais precisamente no Paracuri. Atende a cada ano aproximadamente 2000 alunos, oferecendo desde a Educação Infantil até o 9º ano do Ensino Fundamental, e no turno da noite a Educação de Jovens e Adultos (ensino fundamental).

Em 1996, Icoaraci era considerada um polo de produção artesanal de cerâmica do Estado do Pará. Na travessa da Soledade concentravam-se muitas olarias, e nas margens do rio Paracuri e do igarapé Livramento havia abundância de jazidas de argila, que proporcionavam matéria-prima para a produção ceramista. O conhecimento sobre a produção do artesanato em cerâmica era transmitido de pai para filho e a escola veio acolhê-los para a educação formal sem perder de vista essa formação familiar para o trabalho com a cerâmica.

Nesse contexto, o Liceu foi pensado pela professora Therezinha Moraes Gueiros (secretária de educação na época) para atender os moradores dessa área, deslocando-se o foco sobre a escola circunscrita em si para abarcar as relações sistêmicas que ocorrem onde ela está inserida. Portanto, uma escola com uma proposta diferente, pois já naquela época se preocupava com o contexto cultural e social, dando-se ênfase às conexões, aos nós, à subjetividade, ao sujeito mediado por meios educacionais na sociedade e na cultura. Ao completar 20 anos, a escola se preparou para uma programação que acontecerá no próximo dia 18 de março desde às 8h até às 21h, contando com exposições de cerâmica, lançamento do jornalzinho dos alunos do 8º ano, Folha do Liceu, apresentações culturais, e atividades desportivas.
 LICEU ESCOLA MESTRE RAIMUNDO CARDOSO COMPLETA 20 ANOS.
 LICEU ESCOLA MESTRE RAIMUNDO CARDOSO COMPLETA 20 ANOS.
 LICEU ESCOLA MESTRE RAIMUNDO CARDOSO COMPLETA 20 ANOS.
 LICEU ESCOLA MESTRE RAIMUNDO CARDOSO COMPLETA 20 ANOS.
 LICEU ESCOLA MESTRE RAIMUNDO CARDOSO COMPLETA 20 ANOS.
 LICEU ESCOLA MESTRE RAIMUNDO CARDOSO COMPLETA 20 ANOS.
 LICEU ESCOLA MESTRE RAIMUNDO CARDOSO COMPLETA 20 ANOS.
 LICEU ESCOLA MESTRE RAIMUNDO CARDOSO COMPLETA 20 ANOS.
 LICEU ESCOLA MESTRE RAIMUNDO CARDOSO COMPLETA 20 ANOS.
LICEU ESCOLA MESTRE RAIMUNDO CARDOSO COMPLETA 20 ANOS.
Fonte: Janice Lima

terça-feira, 15 de março de 2016

Mexer o corpo protege contra o Alzheimer.

Segundo estudo, vários tipos de atividades (até jardinagem!) ajudam a afastar a doença.
Pesquisadores das universidades da Califórnia e de Pittsburgh, ambas nos Estados Unidos, analisaram por um bom tempo os hábitos e a memória de 876 pessoas, que hoje têm uma média de 78 anos de idade.  Além disso, os voluntários se submeteram a exames, como o de ressonância magnética. 
Leia também: Alzheimer: 4 atitudes para prevenir a doença.
Toda essa investigação revelou, então, que a turma que se exercitava mais tinha um cérebro maior, sobretudo em áreas associadas à memória e ao Alzheimer, a exemplo do hipocampo. Inclusive, os experts calcularam que o risco de desenvolver a doença caiu pela metade nesse pessoal. E tem mais: os indivíduos que já apresentavam um comprometimento leve das funções cognitivas também foram beneficiados ao mexer o corpo. E olha que notícia boa: vale qualquer tipo de movimentação. Além de ginástica e caminhadas, até jardinagem já traria vantagens para a cabeça. 
Fonte: http://mdemulher.abril.com.br

terça-feira, 8 de março de 2016

Dia Internacional da Mulher 8 de março.


"Procuro semear otimismo e plantar sementes de paz e justiça. Digo o que penso, com esperança. Penso no que faço, com fé. Faço o que devo fazer, com amor. Eu me esforço para ser cada dia melhor, pois bondade também se aprende. Mesmo quando tudo parece desabar, cabe a mim decidir entre rir ou chorar, ir ou ficar, desistir ou lutar; porque descobri, no caminho incerto da vida, que o mais importante é o decidir."(Cora Coralina, mensagem para o dia da mulher 8 de março)

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Projeto Vida Saudável.


O NAST - Núcleo de Atenção à Saúde do Trabalhador/ SEMEC deu início, na manhã do dia 26/ 02/2016 ao Ciclo de Palestras do Projeto Vida Saudável. 
Projeto baseado na Lei 9. 130/2015 que Institui a Política de Informação e Prevenção à Obesidade e as doenças dela decorrentes, o projeto visa orientar e estimular práticas alimentares mais saudáveis e tornar a atividade física parte da rotina do trabalhador.  A primeira formação teve como tema: A atividade física e seus benefícios para a saúde, com a professora Rosinha Costa.
Nast Semec convida você para viver uma vida mais saudável. 
Inscreva- se, participe do projeto!
 Projeto Vida Saudável. 
 Projeto Vida Saudável. 
 Projeto Vida Saudável. 
Fonte: Equipe NAST
Fotos: Lucille Souza

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

INAUGURAÇÃO DA REFORMA DA ESCOLA EDSON LUIS.

Aos seis anos, Divaldo Gabriel Silva nunca tinha frequentado uma escola. A vontade da mãe, a autônoma Edilene Silva Nascimento, de ver o filho interagindo com outras crianças e adquirindo novos aprendizados em uma sala de aula perto de casa e com acessibilidade garantida para o menino portador de paralisia cerebral desde os quatro anos, parecia um sonho distante. “Não havia escola que oferecesse um espaço adequado a ele. Meu maior sonho era vê-lo estudando e evoluindo na vida. E, hoje, consegui finalmente realizar esse desejo”, disse emocionada. “Agora meu filho vai poder estudar e conviver em um espaço que atende seus limites. Minha expectativa é a melhor possível”, completou.
 INAUGURAÇÃO DA REFORMA DA ESCOLA EDSON LUIS.
 INAUGURAÇÃO DA REFORMA DA ESCOLA EDSON LUIS.
 INAUGURAÇÃO DA REFORMA DA ESCOLA EDSON LUIS.
 INAUGURAÇÃO DA REFORMA DA ESCOLA EDSON LUIS.
 INAUGURAÇÃO DA REFORMA DA ESCOLA EDSON LUIS.
O pequeno Divaldo Silva é um dos alunos que participaram, na manhã desta terça-feira, 16, da cerimônia de entrega da nova unidade de educação do bairro do Guamá, a Escola Municipal Edson Luís. O espaço foi completamente revitalizado e ampliado pela Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria de Educação (Semec). Com a reforma, a unidade educacional que hoje atende 700 alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental passa de seis salas de aula para 12. 
A reinauguração pretende proporcionar melhores condições de aprendizagem, conforto e qualidade no atendimento prestado aos alunos e, também, para a comunidade do entorno. 
A presidente da Associação dos moradores do Riacho Doce, Martha Pereira, agradeceu ao trabalho finalizado e ao comprometimento da gestão do prefeito Zenaldo Coutinho com a comunidade. “Há tempos vínhamos lutando por este momento e hoje só temos motivos para comemorar”, disse. “Estou com o coração radiante”, continuou Martha que revelou que suas três filhas estudaram na instituição.
“A revolução está acontecendo em todas as escolas que estão sendo inauguradas. São unidades com qualidade, infraestrutura moderna, brinquedoteca, salas multifuncionais, área de lazer, laboratório de informática, quadras de esporte polivalentes cobertas, sala de dança, refeitório, banheiros e bibliotecas”, anunciou Zenaldo Coutinho. “Nós estamos entregando, em termos de infraestrutura, um espaço igual ao encontrado nas escolas particulares e adicionando a isto, profissionais competentes, talentosos e dedicados”, completou o prefeito de Belém.
A capital paraense conta, agora, com 53 mil vagas nas escolas de Ensino Fundamental e também educação de jovens e adultos. Além de 21 mil vagas no Ensino Infantil, as antigas creches. “O município saiu de 16 mil vagas para 21 mil. É uma ampliação expressiva na oferta de vagas e todas sendo entregues com recursos do próprio município”, ressaltou Zenaldo Coutinho. 
“Fico muito feliz de estar sendo instrumento dessa revolução que está acontecendo. Na educação especial, saímos de 500 alunos para 1382, são números efetivos de uma transformação real que está acontecendo na cidade. Ainda neste primeiro semestre, iremos ampliar mais 2 mil vagas no Ensino Infantil”, finalizou o prefeito.
Do lado de fora, na frente do novo prédio Edson Luís, Isaías Santos da Costa, aluno do 4º ano, era só felicidade. Com o sorriso estampado no rosto, o garoto de 10 anos compartilhou a alegria de agora poder frequentar uma escola com todos os ambientes de ensino e lazer. “Estou ansioso para entrar na biblioteca e ver quais livros tem lá. Quero ler todos”, disse ele que confessou ser um apaixonado pela leitura. “A escola ficou muito linda, não vou mais querer sair daqui”, garantiu sem tirar o sorriso do rosto.
A cerimônia de inauguração contou, ainda, com a presença de secretários municipais, lideranças comunitárias, moradores do bairro, professores e pais de alunos.
Os investimentos da Prefeitura de Belém em educação devem seguir em ritmo acelerado durante todo o ano com a construção das Escolas de Tempo Integral Caruará, no distrito de Mosqueiro; Campos Elíseos, no Tapanã; Ciro Pimenta, no Parque Guajará; São Clemente, no Benguí; Portal, no Jurunas; Alzira Pernambuco, no Marco; Amigos Solidários e Comunidade Vitória, no Tapanã; UEI Erê, no Barreiro; São Silvestre, no Jurunas; Nelsinho, no Telégrafo e Malvinas e UP Fidelis, no Outeiro.
Texto: Adriana Pereira
Foto: Oswaldo Forte 
Coordenadoria de Comunicação Social (COMUS)

domingo, 14 de fevereiro de 2016

Formação continuada na UEI São José.

 Vivências das linguagens, da acolhida e da brincadeira.
Professora: Rosinha Costa.
Técnica: Suely da Paz.
Equipe: Kelly, Rai, Claudia e Selma.
Faixa etária: 3 e 4 anos.
Linguagem impulsionadora: Brincadeira.
Recursos: "Teia das linguagens", bola e coadores de café coloridos.
1ª Atividade"Ciranda do vira - desvira
Objetivo: Ampliar a oralidade, o repertório de cantigas, a atenção e coordenação das crianças. 
Linguagens emergentes envolvidas: Musical, gestual corporal, atenção e ritmo.
Metodologia: Em circulo, cada criança pega uma fita/fio e gira enquanto cantam a cantiga "Tanta laranja Madura" e quando chegar no trecho ... vira a -------------- de cor de canela a criança se enrola na fita e se desenrola.

2ª Atividade" Não deixa cair! 
Objetivo: Ampliar a atenção, a noção de quantidade (numerais) levando em conta a faixa etária.
Linguagens emergentes: Gestual corporal, matemática, raciocínio lógico e movimento.
Metodologia: Cada criança com seu coador, uma arremessa a bola e as outras em círculo não devem deixar a bola cair, e devem fazer a contagem em voz alta.
Equipe: Adriana, Ângela, Fabíola e Sueli.
Linguagem impulsionadora: Jogo simbólico ( brincadeira)
Emergentes: Musical, matemática, inter e intra pessoal.
Conteúdos: Linguagem 
- Brincadeira Escravo de Jó
- Cores primárias
- Movimento e equilíbrio
- Tempo Espaço
- Coordenação motora ampla
Objetivo: Proporcionar a partir das brincadeiras vivenciadas momentos de descontração e interação a fim de que as crianças desenvolvam seus conhecimentos relacionados as múltiplas linguagens.
Metodologia: Organizaremos as crianças em círculos e apresentaremos a elas as brincadeiras que serão desenvolvidas naquele momento, sendo elas: Escravo de Jó e no Caminho da Trilha. Utilizaremos os seguintes materiais: Coadores de café, argola, barbante colorido e bolas de cores variadas.
Recursos: Coadores de café coloridos, argola, bola,  barbante, aparelho de som e CD.
Avaliação: A avaliação se dará em todo o processo de desenvolvimento das atividades realizadas, observando a participação e o interesse das crianças. 

 Fonte: Equipe da UEI São José.
Fotos: Rosinha Costa

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Se 'acabou' no Carnaval? Veja receitas de sucos detox para se recuperar da folia Práticos e refrescantes, eles reúnem diferentes benefícios em um copo


Se no dia a dia nosso organismo já é exposto à ação de agentes internos e externos que podem levar ao inchaço e à retenção hídrica, no Carnaval, o volume de líquidos e toxinas acumuladas tende a ser ainda maior. Por isso, poucas opções são melhores para promover uma verdadeira limpeza no corpo do que os sucos detox com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. Aliados a uma alimentação rica em nutrientes, eles ajudam a eliminar as toxinas e promover a saúde do intestino e do fígado, os principais órgãos responsáveis pela detoxificação.


Entre os ingredientes mais recomendados para preparar a bebida estão as frutas cítricas e vermelhas, vegetais e leguminosas como couve-flor, brócolis, couve e rabanete. A couve, por exemplo, costuma estar muito presente no suco verde em função da presença de magnésio - mineral que participa na ativação de uma das enzimas mais importantes do processo de eliminação de toxinas hepática, a glutationa peroxidase - e de clorofila, que também está envolvida no processo de detoxificação. Confira as receitas abaixo e se anime para pensar em várias combinações:

Suco detox de beterraba, maçã e aipo


Receita tem chá de erva doce ou de hortelã
Leia mais:  http://gnt.globo.com/receitas/guias/se-acabou-no-carnaval-veja-receitas-de-sucos-detox-para-se-recuperar-da-folia.htm