10º Encontro Interdisciplinar Piauiense

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Quatro tipos de abdominais que deixam a sua barriga definida.

É preciso fortificar todos os músculos da região para ficar com um legítimo "tanque"

POR FERNANDO MENEZES
Ir à academia perder a barriga para o verão parece não ser uma tarefa complicada. Para ficar com a barriga definida basta fazer abdominais, certo? Errado. Antes, é preciso acabar com a camada de gordura que se acumulou na parte abdominal, chamada gordura central. "O abdominal busca o fortalecimento e a tonificação dos músculos, e não queimar calorias. Quem começa a fazer esse exercício buscando perder peso, está perdendo tempo. Para ficar com os músculos da barriga definidos e aparentes, é preciso primeiro perder a camada de gordura acumulada na região da barriga", diz o personal trainer Ivaldo Lorentis.

O especialista avisa que os exercícios abdominais não devem ser feitos todos os dias. Segundo ele, isso sobrecarrega a musculatura, causando dores e lesões que prejudicam o programa de exercícios. Normalmente, pessoas que tentam fazer todos os dias com pressa de ficar com a barriga definida passam semanas lesionadas. 

Também é preciso variar os tipos de abdominal para ter uma barriga bem definida por completo. "Cada tipo de abdominal trabalha uma parte da barriga. Desde o clássico até o feito com as pernas elevadas, todos têm um benefício para um músculo determinado da barriga", conta o personal trainer. Aprenda a fazer quatro tipos desse exercício: 

Abdominal tradicional

Para quem está começando, esse sem dúvida é o tipo de abdominal mais indicado. Como o movimento é simples e intuitivo, é mais difícil se movimentar errado e não ter resultados positivos. "O primeiro passo é ficar deitado com as costas encostadas no chão, e com as pernas flexionadas, com os joelhos apontando para o teto e como os pés apoiados no chão. Depois, basta levantar a parte superior do corpo apenas com a força dos músculos abdominais, sem ter pressa ou sem tentar encostar o peito nos joelhos flexionados", diz Ivaldo. Seguindo essas dicas, é mais provável que só o abdômen esteja sendo trabalhado. O abdominal tradicional trabalha principalmente a parte superior do abdômen, tanto por causa da respiração quanto pelo movimento do corpo. 

O número de abdominais desse tipo indicado para cada pessoa é em torno de três séries de 25 flexões a cada dois dias. Uma técnica eficiente para saber quantas flexões devemos fazer é a seguinte: faça o máximo de abdominais que conseguir sem parar. Conte o número de flexões e o divida por dois. Depois disso, faça três séries desse número. Se uma pessoa consegue fazer 30 flexões sem parar, ela é capaz de fazer três séries de 15 sem ficar sobrecarregada.  

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

sábado, 24 de janeiro de 2015

Participação da SEMEC no Seminário do PNAIC‏.

O Seminário de Formação em Alfabetização Matemática PNAIC- Polo Belém, foi realizado de 21 a 23 de janeiro, no Hotel Beira Rio. O seminário integra as ações do Pacto Nacional de Alfabetização na Idade Certa é um espaço para apresentar síntese do que foi estudado, produzido e os resultados no processo de alfabetização e letramento dos alunos das turmas do Ciclo 1 do Ensino Fundamental.
O polo Belém é composto pelos municípios Abaetetuba, Barcarena, Belém( SEDUC), Belém(SEMEC), Benevides, Bujaru, Cachoeira do Arari, Cametá, Igarapé Miri, Limoeiro do Ajuru, Marituba, Mocajuba, Muaná, Ponta de Pedras, Salvaterra, Santa Cruz do Arari, São Sebastião da Boa Vista, Soure e Tailândia. Cada município apresentou trabalhos na modalidade: comunicação oral, pôster e exposição de material didático.

A SEMEC participou do Seminário através da equipe do Centro de Formação de Professores que realiza as atividades do PNAIC na RMB. O Prof. Jesse Henrique Alves da Silva da Escola Parque Amazônia apresentou o trabalho “A compreensão do Sistema de Numeração Decimal: uma experiência com jogos” trabalho realizado com os alunos do 2º ano; O prof. Edney da Silva Alves apresentou “Grandezas e Medidas na Alfabetização” experiência desenvolvida com os alunos Unidade Pedagógica Santo Antônio em turma multiciclada; As Professoras Joyce de Matos Goes Leal da Escola Antônio de Carvalho Brasil e Maria de Fátima Araújo da Escola Silvio Nascimento apresentaram matérias didáticos produzidos e utilizados na sala de aula.
O evento reuniu aproximadamente 250 pessoas entre coordenadores de municípios, Professores orientadores e professores alfabetizadores, foi um rico espaço de trocas de experiências das atividades do PNAIC em 2014.
 Participação da SEMEC no Seminário do PNAIC‏.
 Participação da SEMEC no Seminário do PNAIC‏.

Fonte: CENTRO DE FORMAÇÃO Ecoar

A QUEM INTERESSAR POSSA:
A contribuição mínima é de R$ 20,00 (vinte reais), que dará direito a um livro CONTOS DO COMENDADOR, AUTOGRAFADO.
Será feita a venda antecipada de APENAS 100 (CEM) EXEMPLARES.
Instruções de como colaborar inbox ou pelo e-mail populivros@gmail.com

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Barquinho de Foz - 2015

BARQUINHO
Brinquedos cantados ou brincadeiras cantadas são formas mais elementares de dança, nas quais existem ritmo e movimento. A educação através da música, além de trabalhar para o desenvolvimento cognitivo, afetivo e motor das crianças, contribui também para a formação da personalidade do ser humano. É uma atividade completa de grande valor educativo, na qual a criança se envolve integralmente
.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

SISMUBE realiza reunião de avaliação com diretores.

Sismube realiza reunião destinada à direção e coordenação das escolas da rede municipal de ensino de Belém com o intuito de socializar os resultados alcançados pelos projetos desenvolvidos nas bibliotecas da supracitada RME, bem como para apresentar as propostas das ações planejadas para o ano de 2015.
 SISMUBE realiza reunião de avaliação com diretores.
Fonte: SISMUBE
Fotos: Rosinha Costa

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Tratamento homeopático pode ser uma boa alternativa para tratar enxaqueca em crianças.

Entenda os diferenciais desse tratamento, que já vem sendo referendado por estudos científicos

ARTIGO DE ESPECIALISTA ATUALIZADO EM 05/01/2015
foto especialista
Dra. Isis Dulce Pezzuol PEDIATRA - CRM 39546/SP
ESPECIALISTA MINHA VIDA
Hoje vamos conversar um pouco sobre um tema que nem sempre é levado muito em consideração quando falamos em crianças, a enxaqueca. Essa é uma doença de diagnóstico difícil, depende muito da observação dos pais e não existem exames complementares para diagnóstico. O que mais dificulta a descoberta do problema é o mito que "criança não sofre de dor de cabeça", que precisa ser eliminado. 
Na maioria dos casos, o questionário das características das cefaleias, a observação cuidadosa da criança e um exame neurológico completo são suficientes para o médico fazer o diagnóstico correto. O médico em consulta deverá ser muito minucioso e atento. Todas as queixas e sintomas deverão ser valorizados. 
  
Se a criança tem apresentado sintomas vagos e pouco expressivos, tais como: quietude em alguns momentos, procura da cama ou do escuro ou mal aproveitamento escolar, abra os olhos! Podemos estar frente a uma enxaqueca. 
Mas o maior desafio para o diagnóstico é quando o quadro se apresenta em uma idade onde a criança não consegue definir e nem localizar sua dor: ela chora, ou coloca a mão na cabeça, ou procura colo quietinha, para de correr e pular, sensibilidade aumentada a ruídos e odores... 

A homeopatia nesse tratamento

Um estudo recente, feito em 12 países e publicado The Journal of Alternative and Complementary Medicine, com 158 crianças de 5 a 15 anos, mostrou que a homeopatia pode ser eficaz para o tratamento da enxaqueca nos pequenos. Quando falamos em homeopatia, o capítulo "Dor de cabeça" possui 80 páginas e disponibiliza 273 medicamentos. 
Tratar homeopaticamente pacientes com a queixa de enxaqueca, mesmo com todos esses medicamentos, torna a consulta mais clara e a regressão da dor se dá já na primeiro retorno. Alopaticamente, o uso de analgésicos comuns é muitas vezes eficaz nas crianças e, por vezes, constitui mesmo o único tratamento necessário para reduzir as enxaquecas. Mas cuidado! Quantas vezes podemos fazer uso de analgésicos sem somar efeitos colaterais? Todas as vezes a família pode medicar sem controle de um especialista? Quando essas queixas se tornam repetitivas, a homeopatia é sempre a melhor opção. 

Qual a diferença entre as abordagens homeopática e alopática?

Quando você traz seu filho para uma consulta, é feito questionário, exame clinico, alguns exames necessários são pedidos... Até aqui, tudo igualzinho. Mas a homeopatia tem um detalhe que faz toda a diferença, a modalização dos sintomas, ou seja, sua diferenciação. 
Os medicamentos diferenciam-se por uma riqueza em detalhes. Existem opções diferentes de acordo com o tipo de dor. Por exemplo, diferencamos se ela for martelante e com luz artificial, acompanhada de enjoo, ou se for por pressão, ou mesmo se ocorre na região da nuca... Cada tipo receberá um cuidado diferente. 
Horário de aparecimento, de agravação e de melhora, posição, relação com alimentação, estresse, ansiedade, se está ligada à véspera de viagem ou de provas escolares ou momentos de vexação, localização (frontal, temporal, occipício), sintomas que acompanham (náuseas, irritabilidade , soluço, diarreia). Tudo isso é levado em consideração. 
Isso tudo é só uma amostra do que compõe as 80 páginas do Repertório Homeopático. Ensaios clínicos realizados demonstram a eficácia do tratamento homeopático: ausente de efeitos colaterais, efeito mais duradouro, mais barato, maior intervalo intercrises. O estudo do The Journal of Alternative and Complementary Medicine, por exemplo, demonstrou um significativo decréscimo na frequência, gravidade e duração das crises de dor de cabeça, com consequente redução da abstenção escolar. 
Levantamento estatístico realizado na Unidade de Homeopatia do Hospital do Servidos Público Municipal de São Paulo demonstra que 67,2% dos casos de enxaqueca tiveram regressão do quadro já no primeiro retorno, com tratamento homeopático. Outro dado avaliado demonstra que a relação custo do tratamento homeopático versus clássico é de 1 para 1,55, demonstrando menor custo, fato importante quando falamos de tratamento a médio prazo. 
Por isso, o tratamento homeopático também deve ser considerado uma opção quando pensamos em enxaqueca em crianças. 

Prêmio Top Fiep 2013/2014

Profissionais são homenageados durante o Congresso Internacional de Educação Física.

sábado, 17 de janeiro de 2015

30º CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 2015.

29 - Educação Física Escolar: Jogos e Brincadeiras

Hani Awad/PR, Rodolfo Buenaventura/Arg, Rosa Costa/PA, Leonor Araújo/PI.

Jogos e Brincadeiras - Profa. Rosinha Costa

O objetivo desta seção é divulgar brinquedos com materiais alternativos, atividades coletivas, jogos de oposição, jogos adaptados ou criados, entre outros. Sejam de natureza cooperativa ou competitiva, que oferecem a possibilidade de vivenciar o lúdico.

Brincando a criança está nutrindo sua vida interior, descobrindo sua vocação e buscando um sentido para sua vida. Ao brincar com outras pessoas, a criança aprende a viver socialmente, respeitando regras, cumprindo normas, esperando a sua vez e interagindo de uma forma mais organizada.
As crianças precisam vivenciar suas idéias em nível simbólico, para poderem compreender seu significado na vida real. 

 30º CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 2015.
 30º CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 2015.
 30º CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 2015.

 30º CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 2015.
 30º CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 2015.
 30º CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 2015.
 30º CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 2015.
 30º CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 2015.
Fonte: http://brinquedoteca.net.br/

30º CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 2015.

29 - Educação Física Escolar: Jogos e Brincadeiras

Hani Awad/PR, Rodolfo Buenaventura/Arg, Rosa Costa/PA, Leonor Araújo/PI.
A Educação Física enquanto componente curricular da Educação básica deve assumir então uma outra
tarefa: introduzir e integrar o aluno na cultura corporal de movimento, formando o cidadão que vai produzi-la,
reproduzi-la e transformá-la, instrumentalizando-o para usufruir do jogo, do esporte, das atividades
rítmicas e dança, das ginásticas e práticas de aptidão física, em benefício da qualidade da vida. “A integração
que possibilitará o usufruto da cultura corporal de movimento há de ser plena – é afetiva, social, cognitiva e
motora. Vale dizer, é a integração de sua personalidade” (Betti, 1992, 1994a).
 30º CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 2015.
 30º CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 2015.
 30º CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 2015.
 30º CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 2015.
 30º CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 2015.
 30º CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 2015.
 30º CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 2015.
 30º CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 2015.
Fonte: http://editorarevistas.mackenzie.br/

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

PROGRAMAÇÃO DA HOMENAGEM AO ANIVERSÁRIO DE 399 ANOS DE BELÉM.

Local: Salão Pérola (Semec)
Data: 16 de Janeiro de 2014
Hora: 9h às 11h

A Secretaria Municipal de Educação de Belém – Semec por ocasião dos 399 anos do aniversário de Belém, realizou, no salão Pérola dessa Secretaria, programação Lítero Artística organizada pelo Sistema Municipal de Bibliotecas – Sismube, setor que gerencia as bibliotecas escolares da rede de ensino municipal de Belém coordenando inúmeros projetos de incentivo à leitura e promoção do livro e da literatura, quais sejam Memória da Literatura do Pará, Performance Literária, HQ: A Literatura do Pará em Quadrinhos, entre outros.

A programação contou com a presença de alunos e professores das Escolas Municipais Padre Leandro Pinheiro, Comandante Klautau e Gabriel Lage as quais apresentaram ações performáticas de teatro, dança e música, constituindo-se enquanto representantes de todas as escolas da rede municipal de Belém que desenvolveram ao longo do ano de 2014 ações de incentivo à leitura relacionadas ao projeto Memória da Literatura do Pará, coordenado pelo Sismube junto as referidas bibliotecas escolares da dita rede de ensino.

Durante o evento estiveram presentes, também, autores paraenses da literatura contemporânea do estado do Pará, os quais fazem parte da segunda etapa do mencionado projeto Memória da Literatura do Pará, sendo eles: Walcyr Monteiro, Andersen Medeiros, Juraci Siqueira, Paulo Nunes, Alfredo Garcia, Amaury Dantas, Luis Peixoto. Tais autores apresentaram, em um bate papo descontraído, para alunos e funcionários presentes no evento, as suas impressões sobre o projeto Memória discorrendo sobre a relevância de ações que valorizam e divulgam a Literatura regional, permitindo à comunidade a oportunidade de conhecê-la melhor bem como o autor que a representa.
 PROGRAMAÇÃO DA HOMENAGEM AO ANIVERSÁRIO  DE 399 ANOS DE BELÉM.
 PROGRAMAÇÃO DA HOMENAGEM AO ANIVERSÁRIO  DE 399 ANOS DE BELÉM.
 PROGRAMAÇÃO DA HOMENAGEM AO ANIVERSÁRIO  DE 399 ANOS DE BELÉM.
 PROGRAMAÇÃO DA HOMENAGEM AO ANIVERSÁRIO  DE 399 ANOS DE BELÉM.
 PROGRAMAÇÃO DA HOMENAGEM AO ANIVERSÁRIO  DE 399 ANOS DE BELÉM.
 PROGRAMAÇÃO DA HOMENAGEM AO ANIVERSÁRIO  DE 399 ANOS DE BELÉM.
 PROGRAMAÇÃO DA HOMENAGEM AO ANIVERSÁRIO  DE 399 ANOS DE BELÉM.
 PROGRAMAÇÃO DA HOMENAGEM AO ANIVERSÁRIO  DE 399 ANOS DE BELÉM.
 PROGRAMAÇÃO DA HOMENAGEM AO ANIVERSÁRIO  DE 399 ANOS DE BELÉM.
 PROGRAMAÇÃO DA HOMENAGEM AO ANIVERSÁRIO  DE 399 ANOS DE BELÉM.
Fonte: SISMUBE
Fotos: Rosinha Costa

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

JANTAR COMEMORATIVO AOS 30 ANOS DO EVENTO.

Na noite deste domingo, no Hotel Internacional, alusivo aos 30 ANOS DO CONGRESSO INTERNACIONAL foi realizado um jantar  para 300 pessoas.  Foram entregues placas, medalhas e minos, apresentações artísticas,  assim como foi entregue a premiação TOP FIEP aos destaques do ano de 2015 e o lançamento
do selo comemorativo aos 30 anos.
Prof, Marcelo Grangeiro e Profa. Damila.
Apresentação do Fachudo de Formigueiro.
PREMIO TOP FIEP 2015
O prêmio foi instituído a 11 anos para homenagear os profissionais de Educação Física e entidades a eles ligadas. Os destaques recebem troféus:
Professor /Profissional: 1º - Cleber Mena Leão Junior – PR; 2º - Rosa  Costa – Belém e 3º- Mariza de Fátima  Araújo – MS;  


Categoria Livro – Educação Física Escolar – Hani Awad-PR;  Categoria Estudante –Janaína Dieter- RS; Categoria Site/Internet – Face Rodrigo Assi; Categoria Revista- Empresário Fitness;  Categoria Especial – Profissional de Educação Física destaque: Brasil – Marcelo Ferreira Miranda; Exterior – Carlos Salazar – Chile.


 Assim como foi instituído o concurso referente ao DELEGADO DA FIEP DESTAQUE – No ano da estréia teve como vencedor o gaúcho, Everton Deiques.

DELEGADOS DE HONRA DA FIEP – No jantar foram entregues os diplomas em placas aos delegados do Brasil de serviços prestados e deixam os seus cargos – VILSON BAGATINI- RS; ALMIR-SP e JORGE OTANEZ.  

Fonte: http://www.saudepelapratica.blogspot.com.br/

30º CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA DE FOZ:

CONGRESSO REVALIDA  A DIMENSÃO DA EDUCAÇÃO FÍSICA COMO PREVENÇÃO E PROMOÇÃO DA  SAÚDE NA SOCIEDADE.
O 30º Congresso Internacional de Educação Física abriu na noite deste com a presença de mais de mil pessoas. O Evento é realizado de 10 a 14 de janeiro de 2015, numa promoção da Federação Internacional de Educação Física, através da Delegacia  da FIEP do Brasil, da Universidade  Estadual do Norte do Paraná – UENP - Faculdades de Educação Fisica e Fisioterapia de Jacarézinho – PR e apoio do Sistema CONFEF/CREFs, Casa da Educação Física, CREF9/PR e a Elementus Comunicação e Marketing.
Fotos Rosinha Costa e textos do Editor do SPP - Clery Quinhones de Lima 

Com apresentação artística do Paraguai e do Fachudo de Formigueiro, a formação de uma mesa representativa da política brasileira esportiva e educacional, com a apresentação de 3 mini palestras com a Associação Brasileira  da Medicina Esportiva afirmando a necessidade da prática da atividade física pela população  através da orientação de Profissionais de Educação Física; a vivência de um Profissional que se conscientizou da importância do registro profissional para avançar  seus estudos na dança e a apresentação de um cenário social que exige um estilo de vida focado na prevenção e promoção da saúde através do exercício físico. Tudo revalida a dimensão extraordinária que a EDUCAÇÃO FÍSICA hoje exerce e contribui para uma sociedade seja mais humana, feliz e saudável.
COMPOSIÇÃO DA MESA – Com a apresentação de Gildásio dos Santos, do CREF9-PR, depois da apresentação de músicos e danças da arte paraguaia teve a formação da mesa, que assim ficou constituída:


Delegados presentes no evento.
Fotógrafo Hermamn fazendo a cobertura do evento. 
Leonor, Sonia, Almir e Rosinha.

    

ALMIR GRUHN, presidente da FIEP Mundial e coordenador  Geral do CONGRESSO fez uma exposição sintética da vida de 30 anos do Congresso, lembrou nomes importantes deste período e citou os seus presidentes sucessores: ANDREWS e MANOEL TUBINO e todos os vários integrantes da Delegacia da FIEP do Brasil, assim como destacou que a regulamentação da Profissão passou pelo Congresso através da primeira palestra do Jorge Steinhiber, vindo do Rio de Janeiro;


 JORGE STEINHIBER, Presidente do CONFEF -  Iniciou dizendo que era uma prova viva, como testemunho do crescimento do CONGRESSO que teve um visionário, na época,  um jovem formado em Educação Física, um gaúcho que se radicou em Foz , que conseguiu uma estrutura e fez o CONGRESSO, que hoje é uma potência. Por isso hoje queremos é reconhecer a dimensão que FOZ tem dado à Educação Física e Esporte do país, contribuindo assim para a promoção do cidadão brasileiro. 


ZAMIR SALIN, presidente da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte, congratulou com os Profissionais de Educação Física e disse da honra de estar presente num congresso dessa magnitude e apresentou dados estatísticos de pesquisa que comprovam a melhoria da saúde de pacientes que tem o acompanhamento do Profissional de Educação Física, no sistema multiprofissional com o médico e citou que esta comprovação fez com que a Educação Física esteja junto com a Medicina na prevenção de doenças. E afirmou que a Educação Física está integrada a terapia médica; 


MARCELO GRANGEIRO, de Açailândia, Professor Ministrante de curso de Dança – Na sua fala, mostrou a vivência de um menino que entendeu a dança como empreendimento de sucesso, que veio do Maranhão para participar do Congresso na primeira década do século atual, gostou tanto, que veio outras vezes, sendo convidado para participar em alguns momentos das aulas. Viu uma oportunidade, mas sabendo que teria que ter a formação em EDUCAÇÃO FÍSICA, em 4 anos realizou o seu curso e logo fez mestrado e foi convidado para participar como docente e hoje este menino, um PROFISSIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA, especializado em dança conseguiu uma posição invejável que recusa convite da própria Globo por ter uma atuação tão intensa que o faz hoje um Profissional Internacional; 


RONY TESCHEOEKE – Conselheiro do CREF9-PR, estudioso da Educação Física, deu ênfase de que falar sobre a importância da Educação Física para a sociedade é fácil, porque hoje estudos apresentam resultados comprobatórios e todos sabem da necessidade da sua prática no dia a dia para a obtenção da saúde e integração social. Frisou: “ Vivemos um oceano de necessidades, mas para executar essas várias ações temos que ter saúde e ela provém do zelo do nosso corpo. A atividade física é uma ferramenta. Portanto existe a Educação física, a necessidade da sua prática, logo tem que existir o Profissional de educação física para ministrar com qualidade o exercício físico,” Conclui: “ A técnica é fundamental, a parte comportamental e logo a obtenção de resultados. Temos que pensar hoje até os anos 30.”;  


ANTONIO BRANCO – Presidente do CREF9-PR, com facilidade de expressão, falou do orgulho do estado do PR ter tido o privilégio de sediar, através de Fóz do Iguaçu, esse avanço da EDUCAÇÃO FÍSICA, quando ele e, citou outros colegas, que acreditaram na idéia de Jorge Steinhilber da necessidade da regulamentação da Profissião. Branco fez a apresentação do deputado Federal,  ROMANO, paranense,  também Profissional de Educação Física que assume em fevereiro uma cadeira em Brasília;  


EVANDRO ROGERIO ROMANO – Recebeu um troféu do Congresso e ratificou de que continuará e agora como legislador atuando em cima dos interesses da EDUCAÇÃO FÍSICA e já anunciou que combaterá todos projetos que forem apresentados que criem empecilhos à profissão e que essa história de que um ex-jogador de futebol possa ser um professor é uma verdadeira aberração. Destaca: “ Muitas coisas já foram conquistadas, mas é necessário de que estejamos vigilantes, pois ainda temos que avançar e fazer com que a valorização se estabeleça e a Educação Física seja ainda mais reconhecida e valorizada  pela sociedade.”
    CONGRESSO BRASILEIRO DA FIEP NO MATTO GROSSO DO SUL – Vários estados realizam também os seus Congressos e o MS, através da Delegada da FIEP Edméia, anunciou o evento para Campo Grande, no período de 28 a 30 de maio de 2015,Professor ALMIR GRUHN passou às mãos aos demais integrantes da FIEP, a bandeira do CONGRESSO BRASILEIRO DA FIEP. 


    FACHUDO DE FORMIGUEIRO – O Evento encerrou com o mini show do Profissional de Educação Fisica,  Fernando Scherer, do RS, que da sua maneira criativa dentro da característica gauchesca agitou o público que permaneceu até passado das 22 h.

CONGRESSO CONTINUA NESTE DOMINGO
     Pela manhã iniciam os cursos e dão prosseguimento à tarde e à noite, assim como as sessões científicas com a apresentação de trabalhos em forma de pôster, artigos e temas livres. Assim como reunião da FIEP MUNDIAL E BRASIL, Os seminários e Foruns.
    À noite no GOLD INTERNACIONAL acontece o jantar da FIEP com a entrega do Premio TOP FIEP em vários itens,
 Integrantes da COMISSÃO de Avaliaçao das sessões científicas